sexta-feira, junho 22, 2007

Já fazia 40 dias que ele estava lá, e finalmente, sentiu que algo estava para acontecer. Não sabia bem o quê era – ou melhor, sabia, quando parava para pensar nisso -, mas a sensação agora dava quase para ser tocada. Ele chegou no dia seguinte que finalmente cessara uma tempestade de meses, como o disseram, meses caóticos, mas ultimamente, tudo estava um tédio gritante. A coisa que de fato estava acontecendo – e que ele agora podia sentir – cresceu lentamente nesse período, chegando agora num nível em que poderia ser sentida.

- Bom dia, dorminhoco! – A porta do quarto se abriu, enquanto ele sai da janela e agora alcançava algo em cima do armário. Era Alane, com um vestido branco simples e seus cabelos loiros amarrados num rabo-de-cavalo. – Estou indo tomar café da manhã lá embaixo enquanto ainda estão servindo, quer ir?

- Bom dia, e acho que não, obrigado – respondeu Awkner enquanto colocava as mãos no que estava procurando – Preciso fazer... uma coisa.

Ela olhou a caixa com um formato peculiar, e ficou agradavelmente surpresa.

- Sim – ele respondeu ao ver a expressão no rosto dela, e sorriu. Sorriu por ela estar ali, e pelo que ele sentia que ia acontecer, em algum futuro próximo. Limpou com as costas da mão a fina camada de poeira que se acumulara na caixa, e a abriu.

- Ele é lindo – disse Alane, ao rever o alaúde de Awkner. Ambos o olharam por um tempo – estava com as cordas frouxas, obviamente desafinado – depois se entreolharam e sorriram. Será que ela sabia, sentia, assim como Awkner? Ele esperava que sim, mas achava que não.

- Isso ele é – o bardo respondeu, retirando-o da caixa. – Preciso trocar algumas cordas, afiná-lo, poli-lo, enfim...

- É? Algum motivo específico?

- Sim, espero que sim... Preciso estar preparado. A canção será tocada.

- Qual canção? – Alane perguntou (e sentira Awkner, na voz dela, que ela já sabia que canção era?)

Awkner levantou seu alaúde contra o sol, e deu um longo suspiro.

- A minha preferida.

2 comentários:

Awkner disse...

TIP, A GENT PUDIA SCREVE UNS CONTO E TAL

Elfu disse...

VAI TOMAR NO CU


\ÒoÓ/ ~ GRHAAA